Descendência dos Condes da Feira

O que nos diz a história sobre António Nunes Gassamar, tetraneto de D. Nuno Álvares Pereira, filho 2.º do 4.º Conde da Feira?

…ooOoo….

I –   Martim Gonçalves, nasceu por volta de 1576, no lugar de Fagilde, Canedo, Santa Maria da Feira. Casou com Isabel Gonçalves, a 5 de maio de 1596, em Canedo, Santa Maria da Feira.

Filhos nascidos no lugar de Fagilde:

 

1(II)          Isabel Gonçalves, nasceu a 21 de março de 1597,

2(II)          Martinho Gonçalves, nasceu a 27 de fevereiro de 1602,

3(II)          Francisco Gonçalves, nasceu a 23 de dezembro de 1609,

4(II)          António Gonçalves, nasceu a 5 de junho de 1613,

5(II)          Maria Gonçalves, nasceu a 17 de junho de 1616,

6(II)          Ângela Gonçalves, que segue.

II –    Ângela Gonçalves, nasceu a 4 de março de 1620, no lugar de Fagilde, Canedo, Santa Maria da Feira, e morreu a 10 de março de 1685, no lugar de Fagilde, Canedo, Santa Maria da Feira.  Casou a 14 de fevereiro de 1639, em Canedo, Santa Maria da Feira com Domingos Gaspar, nascido a 12 de outubro de 1617 no lugar de Vilares, Canedo, Santa Maria da Feira, filho de Gaspar Luís e Isabel Antónia,

Filhos:

1(III)         Lourenço Gonçalves, que segue.

2(III)         Maria Gonçalves, nasceu a 14 de março de 1645, no lugar do Mosteiro, Canedo, Santa Maria da Feira. Casou a 22 de agosto de 1689, em Canedo, Santa Maria da Feira, com Tomé Gonçalves,  nascido a 2 de novembro de 1631, no lugar do Mosteiro, Canedo, Santa Maria da Feira, filho de Tomé Gonçalves e Maria Francisca.

3(III)         Antónia Gonçalves, nasceu a 1 de maio de 1657 no lugar de Fagilde, Canedo, Santa Maria da Feira..

4(III)         José Gonçalves Gaspar, nasceu a 17 de março de 1660, no lugar de Fagilde, Canedo, Santa Maria da Feira.

III –   Lourenço Gonçalves, nasceu a 2 de agosto de 1640, no lugar de Fagilde, Canedo, Santa Maria da Feira, e morreu a 9 de agosto de 1688, no lugar da Várzea, Canedo, Santa Maria da Feira.  Casou a 18 de maio de 1663 em Sanguedo, Santa Maria da Feira com Maria Fernandes, filha de Pantaleão Fernandes e Maria Fernandes.

Em diversos documentos, é referido que Lourenço Gonçalves vivia do seu ofício de almocreve. No entanto, e tomando em consideração o processo de habilitação a Familiar do Santo Ofício de seu neto Manuel da Silva Aranha, é referido, por uma das testemunhas, que ele é barbeiro. Terá sido, também barbeiro? Fica aqui a dúvida.

Filhos de Lourenço Gonçalves e Maria Fernandes:

1(IV).       Antónia Fernandes, que segue .

2(IV).       Manuel Gonçalves, nasceu a 13 de setembro de 1670, no lugar da Várzea, Canedo, Santa Maria da Feira.

3(IV)         Apolónia Gonçalves, nasceu a 9 de fevereiro de 1673, no lugar da Várzea, Canedo, Santa Maria da Feira. Casou a 26 de fevereiro de 1695, em Canedo, Santa Maria da Feira com João de Freitas, filho de Gaspar de Freitas e Ângela Antónia, naturais de Canedo, Santa Maria da Feira.

4(IV)         Isabel Fernandes, a desenvolver.

IV –   Antónia Fernandes, nasceu a 9 de junho de 1668, no lugar da Várzea, Canedo, Santa Maria da Feira. Casou a 30 de junho de 1693, em Canedo, Santa Maria da Feira com Manuel Ferreira, filho de José Ferreira e Maria da Cruz, e neto pela parte paterna de Roque Ferreira e de Maria da Silva, e neto pela parte materna de Domingos Gonçalves “O Coça” e Maria Antónia. Manuel Ferreira nasceu a 19 de dezembro de 1672, no lugar de Framil, Canedo, Santa Maria da Feira, e morreu a 17 de fevereiro de 1698, em Lisboa, com apenas 25 anos.

Filhos de Antónia Fernandes e Manuel Ferreira:

1(V).         António Ferreira, nasceu a 12 de fevereiro de 1694, no lugar de Framil.

2(V)          Maria Fernandes, nasceu a 9 de novembro de 1696, no lugar de Framil.

A realidade era que Antónia Fernandes, com 29 anos e dois filhos, um com a quase 4 anos e o outro com menos de 2 anos de idade, teve de refazer todo o seu projecto de vida.

Os últimos elementos disponíveis sobre esta senhora referem-se ao nascimento do seu filho Manuel. E é assim que somos confrontados com o registo do nascimento do menino Manuel. Vejamos:

Manuel filho de Antónia Fernandes, viúva, do lugar de Framil, e de António, solteiro, filho de Isabel Antónia, viúva, de Bouça, do dito lugar, a quem a dita mandou dar por Pai, nasceu aos seis dias do mês de fevereiro do ano de mil e setecentos e dois anos, foi baptizado aos treze do dito mês, nesta Igreja de S. Pedro de Canedo, paróquia dos ditos seus Pais, pelo Padre Domingos Ferreira, coadjutor da mesma Igreja; foram Padrinhos Manuel, filho de Manuel Pinho, e Francisca, filha de Maria Antónia, viúva, do dito lugar; foram testemunhas o dito Manuel Pinho e Domingos António, o Neto, do dito lugar, de que eu Manuel de Beça Leal, Reitor desta dita Igreja fiz este assento que assinei com as testemunhas, era ut supra.

E é assim que encontramos o António, no lugar da Lousa, em São João da Madeira, com o Manuel, seu filho.

Pergunta-se quem é este Senhor, que teve a mãe a seu lado no dia do baptismo de Manuel e “exigiu” – provavelmente com a mesma força da do António, seu filho – que o Manuel tivesse um Pai?

Passaremos, aqui, a recorrer ao importante documento que é o “Annaes do Município de Oliveira de Azeméis[1]”, “o qual foi editado em livro a partir dos preciosos elementos recolhidos e redigidos por José António Gomes Leite Rebelo, Visconde de Santa Maria de Arrifana[2]”.  Assim temos, a partir da página 231, o seguinte:

Quanto à genealogia d’esta família (Pereiras de Resende), eis o que consta das suas cartas d’armas, dos livros de família e de apontamentos particulares:

Nuno Alvares Pereira, filho 2.º do 4.º conde da Feira, houve fóra de matrimónio, de Catharina Antonia, residente na Povoa, logar do Valle, um filho que se chamou Amador Fernandes, que casou em Framil, com Izabel Antonia, da qual houve Angela Amador, casada mais tarde com João Nunes. D’estes foi filha Maria Nunes, do logar da Várzea de Canedo, que, casando com Sebastião Francisco, foi mãe de Manuel Francisco Nunes, que de sua mulher Izabel Antonia, de Framil, teve António Nunes Gassamar e Sebastiana Nunes.

Antonio Nunes casou com Izabel Pereira de Rezende, filha do capitão-mór Domingos de Rezende e da mulher d’este Anna Pereira, neta materna de Gaspar Dias Rebelo, do Paço de Vallega. Domingos de Rezende, era filho de Garcia de Rezende.

Ora o António, pai do Manuel, é o Capitão António Nunes Gassamar, que nasceu a 20 de novembro de 1676, no lugar de Framil, Canedo, Santa Maria da Feira, filho de Manuel Francisco Nunes e de Isabel Antónia, e descendente da importante família que é a dos Condes da Feira.

Não é nosso propósito, neste breve apontamento, ir mais além do que analisar parte da descendência resultante da relação amorosa entre o Capitão António Nunes Gassamar e Antónia Fernandes.

Assim, António Nunes Gassamar, com vinte e seis anos de idade, pai do Manuel, casa a 28 de dezembro de 1702, em São João da Madeira, com Isabel Pereira de Resende, natural de São João da Madeira, filha do Capitão-mor Domingos de Resende e de Ana Pereira, e neta paterna de Garcia de Resende e de Maria Francisca, e pela parte materna é neta de Gaspar Dias Rebelo e de sua mulher.

António Nunes Gassamar viria a falecer a 3 de setembro de 1757, em São João da Madeira, com a linda idade de 80 anos, deixando 8 filhos!

Filho  de António Nunes Gassamar e Antónia Fernandes:

3(V)          Manuel Nunes, que segue.

Filhos de António Nunes Gassamar e Isabel Pereira de Resende:

4(V)          Padre Tomé Nunes Pereira de Resende, a quem se passou brasão de armas das famílias de Pereiras e Resendes, a 20 de agosto de 1747[3], nasceu a 28 de janeiro de 1705. Foi batizado pelo Padre Manuel Gonçalves, da freguesia de Canedo e foram padrinhos Domingos de Resende Pereira, irmão da mãe da criança, e Sebastiana Nunes, da freguesia de Canedo, irmã do pai da criança.

5(V)          Luísa de Resende, nasceu a 4 de dezembro de 1706. Foram padrinhos João de Sousa, da freguesia de Arrifana, e Maria Pereira.

6(V)          Bernarda de Resende, nasceu a 20 de agosto de 1711. Foram padrinhos Lourenço Mendes de Vasconcelos, 7.º morgado de Fontelas, morador em Montemor o Velho, e para este efeito fez seu procurador o Padre Manuel Soares de Resende, da freguesia de Milheirós de Poiares, e madrinha Joana, solteira, irmã do dito Padre.

7(V)          Luís Nunes, nasceu a 21 de abril de 1714, batizado a 29 do mesmo mês e ano, pelo Padre Manuel José de Melo Coutinho, Presbítero de hábito de São Pedro e morador no lugar de Arrifana de Santa Maria e freguesia de Santa Maria de Arrifana, foram padrinhos o Abade Luís de Mures Monteiro e Dona Clara Luísa Mascarenhas, filha de Duarte Borges de Azevedo e de Dona Francisca Pereira, da freguesia de Arrifana de Santa Maria.

8(V)          Ana Antónia Pereira de Resende, nasceu a 18 de julho de 1717, e foi batizado a 1 de agosto do mesmo ano, pelo Padre Manuel José de Melo Coutinho, Presbítero de hábito de São Pedro e morador no lugar e freguesia de Arrifana de Santa Maria, foram padrinhos Domingos Gomes Rebelo e Sebastiana, solteira, filha de António Soares e de Maria da Silva Resende, moradores no lugar de Casais, Milheirós de Poiares.

9(V)          Domingos Nunes Pereira de Resende, nasceu a 26 de setembro de 1722, foram padrinhos o Padre Manuel Borges da Silva, de Milheirós de Poiares, e Joana, filha de Manuel da Costa de Resende e de sua mulher Ana de Pinho, de Milheirós de Poiares.

10(V)       Sebastião Pereira Nunes de Resende.

V –    Manuel Nunes, conforme já referido, nasceu a 6 de fevereiro de 1702 no lugar de Framil, Canedo, Santa Maria da Feira, e morreu com 81 anos de idade, a 14 de dezembro de 1783, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira.

Casou Manuel Nunes, “filho natural de António Nunes Gassamar, (morador) do lugar da Lousa, desta dita freguesia, e de Antónia Fernandes, viúva que ficou de Manuel Ferreira, do lugar de Framil, da dita freguesia de Canedo”, com Teresa Francisca, filha de José Francisco e de Maria Fernandes, a 9 de maio de 1733 em São João da Madeira, Portugal. nasceu a 21 de agosto de 1699, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira.

Filhos de Manuel Nunes e Teresa Francisca:

1(VI).       José Nunes, nasceu a 16 de fevereiro de 1734, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos o Padre Tomé Nunes Pereira de Resende, tio paterno do menino batizado, e Mariana, tia materna do menino batizado.  Casou a 9 de janeiro de 1772, em São João da Madeira com Maria de Sousa, filha de João de Sousa e Maria Leite,naturais do lugar de Escarigo, São João da Madeira.

2(VI)         Maria Francisca Nunes, que segue.

3(VI)         Luísa Nunes, nasceu a 25 de abril de 1737, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos Luís, filho de António Nunes Gassamar e da sua mulher Isabel Pereira de Resende, tio da menina batisada, e Luísa, filha de José Francisco e da sua mulher Maria Fernandes, tia da menina batisada.

4(VI)         Ana Maria Francisca, nasceu a 8 de fevereiro de 1739, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos Sebastião, filho de António Nunes Gassamar, tia paterna da criança, e Maria, filha de Manuel Ferreira, já defunto à data, e de sua mulher Antónia Fernandes, do lugar de Framil, freguesia de São Pedro de Canedo, tia materna da criança.  Casou a 28 de novembro de 1771, em São João da Madeira, com Manuel Gomes, filho de António Gomes e Ana Resende, naturais de 1751 em Sanfins, Santa Maria da Feira.

5(VI)         Teresa Maria de Jesus, nasceu por volta de 1746, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Casou a 30 de novembro de 1766, em São João da Madeira,com Domingos José de Resende, filho de Manuel Fernandes da Cruz, natural de Arrifana de Santa Maria, e Teresa Moutinho, natural de São João da Madeira.

VI –   Maria Francisca Nunes, nasceu a 22 de novembro de 1735, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos José, filho de José Francisco e de sua mulher Maria Fernandes, tio materno da batisada, do lugar das Fontaínhas, e Bernarda, filha de António Nunes Gassamar e de sua mulher Isabel Pereira de Resende, tia paterna da batisada, do lugar da Lousa, São João da Madeira.

Casou com José Dias da Costa, filho de Manuel Dias, e Maria da Costa. Nasceu a 4 de maio de 1727, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira.

Filhos de Maria Francisca Nunes e José Dias da Costa:

1(VII).      Manuel Dias, nasceu a 18 de março de 1765, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira, filho natural de do futuro casal, foram padrinhos Manuel Gomes e Mariana, solteira, irmã de José Dias.

2(VII)       António Dias, nasceu a 26 de dezembro de 1768, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos José, tio da criança, e Maria, filha de José Francisco.

3(VII)       Maria Nunes Francisca, nasceu a 9 de dezembro de 1770, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos José, filho de Manuel Gomes, e Luísa Maria, mulher de Manuel Gomes.

4(VII)       Tomé Dias, nasceu a 1 de fevereiro de 1773, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos o Dr. Tomé Joaquim Nunes Pereira de Resende, do lugar da Lousa, e Maria, solteira, filha de Manuel Gomes, do lugar das Corgas.

5(VII)       António Dias, nasceu a 8 de abril de 1775, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos António Francisco José, do lugar das Fontaínhas, e Maria Josefa, mulher de José Pinto de Oliveira, do lugar das Vendas. Casou com Maria Rosa, filha de António Pais e Ana Maria, naturais do lugar das Fontaínhas, São João da Madeira.

6(VII)       Maria Rosa, nasceu a 14 de dezembro de 1778, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos António José Dias, da Rua, freguesia de Arrifana de Santa Maria, e Luísa Maria da Costa, mulher de Manuel Gomes, do lugar das Corgas, São João da Madeira. Casou a 15 de outubro de 1801, em Arrifana de Santa Maria, com António Ferreira de Sousa, nascido a 26 de julho de 1774, em Arrifana de Santa Maria, filho de Manuel Moutinho de Sousa e Maria Teresa de Jesus.

7(VII)       João Dias Nunes, que segue

VII –  João Dias Nunes, nasceu a 19 de setembro de 1781, no lugar das Fontaínhas, São João da Madeira. Foram padrinhos José da Silva Leite, de Fornos, e Marcela, solteira, filha de António Dias, do lugar da Carvalhosa, freguesia de Arrifana de Santa Maria. Casou 22 de setembro de 1801, em Arrifana, Santa Maria da Feira, com Maria Rosa, filha de Teotónio José de Azevedo e Rosa Maria Correia, nascida a 30 de novembro de 1778, no lugar do Outeiro de Cima, Arrifana, Santa Maria da Feira.

Filhos de João Dias Nunes e Maria Rosa:

1(VIII)      Maria Rosa, que segue.

2(VIII)      José Nunes, nasceu a 8 de dezembro de 1806 em Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos José António Correia e Ana, solteira.

VIII –  Maria Rosa, nasceu a 8 de agosto de 1805, em Arrifana, Santa Maria da Feira, e morreu a 12 de julho de 1881, no lugar da Carvalhosa, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos o Capitão José Gomes Leite e Maria Luísa. Casou a 21 de fevereiro de 1824, em Arrifana, Santa Maria da Feira, com Manuel Ferreira Lopes, filho de António José de Oliveira Lopes e Joana Maria de Jesus, nascida a 10 de novembro de 1795, no lugar da Rua, Arrifana, Santa Maria da Feira.

Filhos de Maria Rosa e Manuel Ferreira Lopes:

1(IX)         Luísa Rosa, nasceu a 13 de fevereiro de 1829, no lugar da Carvalhosa, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos Luís, solteiro, tio materno do batizado, e Ana, solteira, filha de Bernarda Maria, ambos da freguesia de Arrifana de Santa Maria.

2(IX)         Ana Rosa, nasceu a 17 de agosto de 1832, no lugar da Carvalhosa, Arrifana, Santa Maria da Feira.Foram padrinhos Joaquim António Correia de Sá e Sousa, por procuração que deu a Dionísio Gomes Leite, e Maria Joana Clara, mulher do dito Dionísio Gomes Leite.

3(IX)         Carolina Maria de Jesus, que segue.

4(IX)         Margarida Rosa, nasceu a 30 de junho de 1840, no lugar da Rua, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos o Padre Inácio Joaquim Soares Leite e Maria, solteira.

5(IX)         Manuel Ferreira Lopes, nasceu a 30 de dezembro de 1845, no lugar da Carvalhosa, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos o Padre Inácio Joaquim Soares Leite e Luís Dias Nunes, tio materno do batizado.

IX –   Carolina Maria de Jesus, nasceu a 24 de março de 1835, no lugar da Carvalhosa, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos o Padre Inácio Joaquim Soares Leite e Dona Carolina de Castro e Pinho, solteira, da Rua, Arrifana Santa Maria. Casou a 1 de maio de 1856 em Arrifana, Santa Maria da Feira, com João Gomes de Pinho, filho de Teotónio Gomes de Pinho e Rosa Maria de Jesus, nascido a 8 de julho de 1817, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira, proprietário, e morreu a 12 de agosto de 1876, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira, Portugal.

Filhos de Carolina Maria de Jesus e João Gomes de Pinho:

1(X)          Ana Maria de Jesus, nasceu a 22 de fevereiro de 1857, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos Manuel Ferreira Lopes, avô materno, e Ana Emília, tia materna do batizado.

2(X)          Manuel Gomes de Pinho nasceu a 25 de outubro de 1858, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos Manuel Ferreira Lopes e Maria Rosa, avós maternos do batizado.

3(X)          José Gomes de Pinho, nasceu a 2 de abril de 1861, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos José de Freitas Torres e sua mulher Margarida Emília, do lugar da Carvalhosa.

4(X)          Maria de Jesus, nasceu a 6 de novembro de 1862, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos Manuel, solteiro, chapeleiro, tio materno do batizado, e Maria, solteira, filha de António Joaquim Gonçalves e de Maria Margarida.

5(X)          António Gomes de Pinho, nasceu a 30 de junho de 1865, no lugar das Laceiras, Arrifana. Foram padrinhos Manuel Ferreira Lopes e Maria Rosa, avós maternos do batizado.

6(X)          Margarida Rosa, que segue.

X –    Margarida Rosa, nasceu a 19 de dezembro de 1867, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira,  e morreu a 13 De março de 1950, em Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos Manuel Ferreira Lopes, avô materno, e Margarida Rosa, viúva de José Pereira Trapa. Casou a 4 de julho de 1890, em Arrifana, Santa Maria da Feira, com Manuel Joaquim de Faria, filho de António Joaquim de Faria e Ana Emília de Oliveira, nascido a 19 de maio de 1867, no lugar do Outeiro, Arrifana, Santa Maria da Feira.

Filhos de Margarida Rosa e Manuel Joaquim de Faria:

1(XI)         Domingos Joaquim de Faria, nasceu a 10 de novembro de 1892, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos Domingos da Silva, solteiro, chapeleiro, morador no lugar das Vendas, São João da Madeira, e Maria Gomes, solteira, moradora em Arrifana.

2(XI)         António Joaquim de Faria, nasceu a 6 de fevereiro de 1895, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira . Foram padrinhos António Francisco Gomes, solteiro, chapeleiro, morador no lugar de Carquejido, São João da Madeira, e Emília Amália, solteira, doméstica, moradora no mesmo lugar de Carquejido. Faleceu a 11 de fevereiro de 1975, em Escapães. Participou na Primeira Grande Guerra, tendo embarcado a 15 de maio de 1917, em Lisboa, com destino a La Lys, França. Regressou a 28 de fevereiro de 1919.

3(XI)         Albino Joaquim de Faria, nasceu a 15 de março de 1897, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira. Foram padrinhos António José Leite, casado, chapeleiro, e Ana Carolina de Jesus, viúva, jornaleira, tia materna do batizado, ambos moradores no lugar das Laceira, Arrifana de Santa Maria.

4(XI).       Belmira Carolina de Jesus, nasceu a 9 de maio de 1899, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira . Foram padrinhos Francisco Leite, solteiro, chapeleiro, das Laceiras, Arrifana de Santa Maria, e Belmira Soares, solteira, doméstica, do Outeiro, Arrifana de Santa Maria.

5(XI)         José Joaquim de Faria, nasceu a 5 de julho de 1901, no lugar das Laceiras, Arrifana, Santa Maria da Feira . Foram padrinhos José Joaquim de Faria, solteiro, chapeleiro, e Maria Rosa de Jesus, solteira, doméstica, ambos moradores no lugar das Laceiras, Arrifana.

—————————————————————————–

[1] In cit. Annaes do Município.

[2] Intervenção do Prof. António de Magalhães, no 211º aniversário da independencia de Oliveira de Azeméis, a 5 de janeiro de 2010

[3] ARCHIVO HERALDICO-GENEALOGICO,

One response to “Descendência dos Condes da Feira

  1. Fiquei interagindissimo com o que vem nesta publicação, por ter aqui varios antepassados. Mas gostaria de saber como foi apurado que Amador Fernandes (meu antepassado) era filho do dito Nuno Álvares Pereira. Qual a fonte? Existe algum documento, escrito da época que o diga? Vem mencionado que Amador é casado com Isabel Antónia, deve haver um equívoco, poque era casado com Catarina Antónia.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.